O Espírito Santo

O Espírito Santo reúne desde atividades de lazer, negócios e gastronomia, a eventos culturais e históricos, aliados a belezas naturais que enriquecem o estado. A combinação distinta do mar com as montanhas, juntamente ao contraste entre tradição e modernidade, agitação e tranquilidade, esportes e eventos culturais entrelaçam um roteiro imperdível e cheio de descobertas.

As peculiaridades de cada município são reveladas através das belas praias, cachoeiras incríveis, culinária diversificada e, principalmente, dos diferentes tipos de clima. Em 40 minutos é possível sair do clima quente das praias para o frio e o aconchego das montanhas, além da possibilidade de saborear pratos variados, que vão desde a tradicional e autêntica moqueca capixaba aos pratos alemães e italianos, acompanhados por um bom vinho.

As opções de lazer e entretenimento são das mais variadas, tais como: esportes radicais – raffting, rapel e voo livre; ecoturismo; agroturismo; turismo náutico; festas religiosas, culturais e musicais; além do riquíssimo patrimônio histórico-cultural. Todas essas riquezas culturais e naturais fazem parte do patrimônio histórico e da identidade capixaba.

Fonte: Descubra o Espírito Santo

Sobre Vitória

Vitória é a capital do Espírito Santo e está localizada sobre uma ilha. No Brasil, além da ilha de Vitória, há mais duas capitais de Estados estabelecidas sobre ilhas – as ilhas-capitais de Florianópolis e de São Luís. Além disso, Vitória é a principal cidade da Região Metropolitana do Espírito Santo, que inclui os municípios de Cariacica, Fundão, Guarapari, Serra, Vila Velha e Viana.

Contando com uma população em torno de 352 mil habitantes, a capital do espírito Santo é responsável por aproximadamente 29% do PIB estadual, o maior entre as capitais brasileiras. Ademais, registra o 4º melhor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) no Brasil, tendo obtido recentemente reconhecimentos entre os quais o de 2ª melhor cidade para se viver no litoral brasileiro, 1ª cidade em condições para abrir um negócio no Brasil, 3ª melhor cidade para criar e educar os filhos no Brasil, 1ª capital mais transparente do Brasil, 1ª cidade em infraestrutura da Região Sudeste e 7ª cidade do futuro para investidores no continente americano.

Para mais informações sobre turismo no Espirito Santo, acesse o site Descubra Vitória

Fonte: Descubra Vitória

Principais pontos turísticos do Espírito Santo


Região Metropolitana

Municípios: Vitória, Vila Velha, Guarapari, Cariacica, Serra e Viana

Palácio Anchieta

Audiodescrição: foto em dia ensolarado do Palácio Anchieta, visto de frente a partir da escadaria. A construção é amarela com detalhes brancos. Fim da audiodescrição.Atual sede do Governo do Estado, o Palácio Anchieta está localizado no Centro Histórico de Vitória. O local, além de ser um notável marco arquitetônico no Espírito Santo, abriga o setor principal do Poder Executivo e, também, é utilizado como um importante espaço para exposições culturais e realização de diversas atividades. Em seu interior podem ser encontrados, nos diversos salões do local, objetos, mobiliários, fotos, documentos e obras de arte, que integram seu acervo permanente.
Tendo sido erguido sobre a estrutura do Colégio e Residência Jesuítica de São Tiago, nome dado à época devido ao santo adotado pelos padres jesuítas da Companhia de Jesus em sua missão, em meados do século XVI, o prédio foi inaugurado em 25 de julho de 1551 e passou por diversas transformações ao longo do tempo. Em 1798, recuperado de um incêndio ocorrido dois anos antes, o prédio atualmente é denominado Palácio do Governo. Outro fato notório foi a realização da reforma feita para receber, em 1860, Dom Pedro II e Dona Teresa Cristina, numa visita de 15 dias que ali fizeram.
O edifício foi Tombado pelo Conselho Estadual de Cultura, em 1983, e em 2004 a primeira obra de restauração foi iniciada. Dois anos depois, com a primeira etapa finalizada, o Palácio Anchieta passou a abrigar apenas os setores ligados ao Gabinete do Governador. A restauração completa do Palácio Anchieta foi concluída em 2009, quando o Governo do Estado entregou à população mais do que um patrimônio, mas uma parte importante de sua história e de sua identidade. Uma das mais antigas sedes de Governo do País, o Palácio está aberto à visitação pública.

Endereço: Praça João Clímaco, s/n, Cidade Alta, Centro, Vitória – ES.
Telefone: (27) 3636-1032
Fonte: Governo do Espírito Santo

Convento da Penha

Audiodescrição: foto em dia ensolarado do Convento da Penha, visto de frente e a distância, por trás de dois pés de coco. Essas árvores são entrelaçadas por um terço. A construção é branca e está edificada sobre rochedos, e rodeada por mata verde. Fim da audiodescrição.Num penhasco – de 154 metros de altitude e localização privilegiada a 500 metros do mar – que ostenta no seu entorno imponente fragmento da mata atlântica, está edificado o Santuário de Nossa Senhora da Penha, fundado por Frei Pedro Palácios, que aqui chegou em 1558 trazendo consigo o Painel de Nossa Senhora das Alegrias.

O monumento arquitetônico, peculiar na singeleza e sobriedade, apresenta em sua trajetória histórica muitas reconstruções, como a excepcional concepção arquitetônica do Convento, incrustrado na rocha do morro e abrindo as janelas de suas celas para o magnífico panorama da barra de Vitória e do oceano Atlântico, enquanto de sua fachada se tem bela vista panorâmica de Vila Velha.

Fonte: Convento da Penha


Região das Montanhas

Municípios: Domingos Martins, Afonso Cláudio, Venda Nova do Imigrante, Castelo, Conceição do Castelo, Marechal Floriano, Vargem Alta e Brejetuba.

Audiodescrição: foto em dia ensolarado da praça central de Domingos Martins. Em primeiro plano, o jardim da praça, onde há uma fonte e plantas aparadas simetricamente. Ao fundo, o Pavilhão da Igreja Luterana, em tons de marrom. Fim da audiodescrição.O município de Domingos Martins está localizado no Sudeste do Estado do Espírito Santo e compõe a microrregião Sudoeste Serrana. Encontra-se situado em meio ao verde das Montanhas Capixabas, o que o levou a ser conhecido como Cidade do Verde por manter preservada parte da sua flora e pela exuberância da Mata Atlântica que mantém em sua região.

A hospitalidade e o conforto de seus hotéis e pousadas com lazer, centros de convenções e acomodações confortáveis, incluindo a deliciosa gastronomia de alto padrão com especialidades na cozinha portuguesa, italiana, alemã, francesa e orgânica, além de quitutes regionais, são características dessa região de beleza indescritível. Os aspectos tradicionais da colonização italiana e os atrativos naturais contribuem para que a Pedra Azul seja a localidade com maior atratividade turística da região. Além disso, a região ainda possui um dos três melhores climas do mundo, a segunda maior cobertura de Mata Atlântica do país e a segunda praça turística do Estado. O turismo do município está baseado no agroturismo, ecoturismo e turismo de aventura.

Foto: Pavilhão da Igreja Luterana

Fonte: Domingos Martins Fácil


Região dos Imigrantes

Municípios: Santa Teresa, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Ibiraçu, Itaguaçu, Itarana, João Neiva e São Roque do Canaã.

Audiodescrição: foto em dia ensolarado da Cachoeira das Andorinhas em Santa Leopoldina. A água escoa de um rochedo rodeado por mata verde. Fim da audiodescrição.Montanhas, rios, cachoeiras, história e cultura são alguns dos atrativos turísticos das oito cidades da Região dos Imigrantes, colonizadas por europeus e local onde seus descendentes agora vivem e preservam suas tradições. O cultivo de uvas, maçãs e morangos, com a agricultura familiar, por meio de sítios abertos à visitação, inclusive com possibilidade de colheita pelos próprios visitantes, é o grande destaque. Acrescenta-se a isso o agroturismo, o ecoturismo, os esportes de aventura (tracking, rafting e montanhismo), a gastronomia e as festas típicas de origem europeia, que celebram as tradições dos imigrantes que ali vivem e completam os atrativos turísticos desse paraíso no Espírito Santo.

Foto: Cachoeira das Andorinhas em Santa Leopoldina

Fonte: Rota dos Imigrantes


Região do Caparaó

Município: Alegre, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibatiba, Ibitirama, Iúna, Irupi, Jerônimo Monteiro, Muniz Freire e São José do Calçado.

Audiodescrição: foto em dia ensolarado do Pico da Bandeira, um rochedo que parece alcançar o céu, devido às nuvens próximas a ele. Fim da audiodescrição.Ideal para a prática do turismo de aventura, do ecoturismo e do agroturismo, a Região do Caparaó é formada por onze municípios que ficam no entorno do Parque Nacional do Caparaó. A região abarca parte da Serra do Mar e da Mantiqueira, o Pico da Bandeira (terceiro mais alto do Brasil) e o Parque Estadual da Cachoeira da Fumaça. O Parque Nacional e seu entorno encantam por suas belezas naturais, bucolismo, gastronomia, cultura e história.

Foto: Pico da Bandeira

Fonte: Região Caparaó Capixaba


Conheça as outras regiões turísticas do Espírito Santo